Assistência Social e Habitação investe R$ 339 mil em reformas da nova sede do Banco de Alimentos

Com os recursos provenientes do Fundo Municipal de Assistência Social e Habitação, estima-se que até maio de 2019 as reformas estejam concluídas  

Anteriormente localizado em anexo ao Mercado Público Municipal e atualmente instalado de forma provisória na rua Visconde de Cairú, no bairro Centenário, ao lado da Unidade Básica de Saúde (UBS), estima-se que até maio de 2019 as reformas da nova sede do Bando de Alimentos estejam concluídas. Isso porque, na manhã desta quinta-feira (6 de setembro), o prefeito Antonio Ceron, o vice Juliano Polese, o secretário de Assistência Social e Habitação, Samuel Ramos, o secretário de Planejamento e Obras, Claiton Bortoluzzi, e o engenheiro Flávio Tutida, assinaram a ordem de serviço que autoriza o início das atividades.

Situado em anexo ao Centro de Educação Andre Luis, a Secretaria de Assistência Social e Habitação, por meio de recursos provenientes do próprio Fundo Municipal, investirá o valor de R$ 339.230,90 em reformas numa área de aproximadamente 500m² para o funcionamento do setor operacional e administrativo do Banco de Alimentos. Segundo o secretário de Assistência Social e Habitação, Samuel Ramos, as reformas contemplam a retirada de bancadas, câmaras frigoríficas e equipamentos em geral do local em anexo ao Mercado Público, demolição e reinstalação na nova sede. Ainda, a troca de piso, pinturas internas e externas, conserto de cobertura, instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias. “A empresa responsável pela execução das reformas será a FNL Construções e Comercio Ltda e o prazo está estimado para acontecer em oito meses”, comentou Samuel.

De acordo com a diretora de Segurança Alimentar e Nutricional, Claudia Bassin, atualmente são 134 Organizações da Sociedade Civil cadastradas e beneficiadas pelo Banco de Alimentos, entre elas, instituições socioassistenciais e associação de moradores. “O Banco de Alimentos é um equipamento pertencente à Diretoria de Segurança Alimentar e Nutricional. Composta por uma nutricionista, um assistente social, um assessor técnico e serviços gerais, o Banco possui como principais funções a captação de alimentos que não se encontram em condições de comercialização, mas ainda de consumo, o combate ao desperdício, o incentivo a agricultura familiar, o recebimento de doações de alimentos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e distribuição gratuita”, explicou Claudia. Ela também especificou como o os espaços do Banco de está organizado hoje em dia: sala de capacitação (cozinha experimental), estocagem (perecível e não perecível), descarte, administração, área de manipulação e depósito de material de limpeza.

O prefeito Antonio Ceron destacou que essa questão do Banco de Alimentos é antiga, porém, desde o início da gestão, se buscou apresentar as melhores soluções. “O Centro de Educação André Luis possui espaços amplos e confortáveis. Esperamos que nesse local os profissionais permaneçam com o compromisso de bem atender as famílias, prestando apoio às pessoas que mais precisam e defendendo a dignidade da comunidade”, desejou Ceron. Já o vice, Juliano Polese, ressaltou a importância do ato e informou que o Centro de Educação André Luis estará cedido para o Banco de Alimentos até o ano de 2035.

Fotos: Camana Sweilem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *