Contra preço do diesel, caminhoneiros protestam em 10 estados

Categoria faz paralisações após fracassar negociação com governo sobre reajuste do combustível e isenção de tributos

Caminhoneiros paralisam algumas rodovias em dez estados do país nesta segunda-feira em protesto contra o aumento dos combustíveis, em especial do diesel. Eles também pedem isenção de tributos como forma de baratear o preço dos fretes. A categoria já havia prometido a paralisação na semana passada se não fossem atendidas uma série de reivindicações apresentadas ao governo federal.

Em São Paulo, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registra na manhã desta segunda-feira manifestações em trechos da Marginal Pinheiros, na altura das pontes Octavio Frias de Oliveira e Cidade Universitária no sentido da rodovia Castelo Branco. Também foram interditadas duas faixas da Avenida Jacu-Pêssego, no sentido Ayrton Senna, próximo à Rua Jaime Ribeiro Wrigth.

Desde a madrugada já havia movimentações de caminhoneiros em rodovias importantes, como a Presidente Dutra (que liga São Paulo ao Rio de Janeiro), onde havia interrupção parcial do tráfego nos dois sentidos na altura de Pindamonhangaba (SP), já por volta das 2h. Nas redes sociais, havia relatos de concentração de caminhões em estradas como Fernão Dias, Anhanguera, BR-101 (no Rio Grande do Sul) e BR-116 (na Bahia).

O anúncio da paralisação foi feito na sexta-feira, 18, em nota distribuída pela Associação Brasileira de Caminhoneiros (ABCam), após o fracasso nas negociações com o governo federal.  “O aumento constante do preço nas refinarias e dos impostos que recaem sobre o óleo diesel tornou a situação insustentável para o transportador autônomo.

Foto:Reprodução/Twitter/Reprodução/Fonte: veja.abril.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *