Moradores do Vista Alegre recebem caixas d’água da Semasa

O objetivo desta distribuição é atacar problemas pontuais e ocasionais de falta de água em regiões periféricas da cidade

O prefeito Antonio Ceron e o vice-prefeito Juliano Polese, acompanhados do secretário municipal da Semasa, Jurandi Agustini, estiveram no bairro Vista Alegre, na manhã desta quarta-feira (21 de março) em mais uma entrega de caixas d’água para moradores das áreas mais periféricas de Lages.

No Vista Alegre, incluindo a Vila Romana, cerca de 50 caixas de polietileno, com capacidade para armazenar 310 litros de água, foram distribuídas. “De outubro de 2017 a março deste ano, mais de 400 caixas d’água já foram entregues. Esta é uma ação que visa prevenir as ocasionais faltas de água, e isso ocorre, por exemplo, quando há um rompimento de rede. Se o morador tem a caixa como uma reserva, ele não sofrerá com a falta temporária de água. Um conserto de rede às vezes demora de quatro a cinco horas para ficar pronto”, fala Jurandi.

Durante essa ação, Antonio Ceron conversou com os moradores e visitou a Escola Municipal de Educação Básica Professora Madalena Largura. Os pedidos dos moradores foram atendidos, prontamente, pelo prefeito: melhorias na rua Adriano Martins da Silva; projeto de construção de um Salão Comunitário e reforma de uma casa que apresenta problemas estruturais.

Para esses pedidos Ceron determinou providências imediatas aos assessores diretos que o acompanhavam. “As melhorias na rua e o projeto do Salão Comunitário serão de competência da Secretaria Municipal de Planejamento e Obras. Já a reforma da casa será encaminhada à Secretaria de Assistência Social e Habitação”, enumerou o prefeito.

Cinco comunidades já contempladas

Os bairros onde já houve distribuição de caixas d’água são os seguintes: Novo Milênio, Gralha Azul, Guadalajara e Vista Alegre. “O próximo bairro que visitaremos será o Santa Helena, sempre priorizando as áreas mais periféricas e os casos de maior necessidade”, conclui Jurandi.

A prefeitura doa e instala a caixa d’água. “Em muitos casos, não é possível colocar o equipamento no forro da residência. Neste caso é construído um suporte de tijolo, sobre o qual é posto a caixa”, explica o secretário da Semasa.

Para a moradora do Loteamento Novo Milênio, Eloina Tereza Lima Nunes, depois que ganhou a caixa, no ano passado, nunca mais faltou água em sua casa. “Tinha épocas que ficávamos até três dias sem água aqui. Isso ocorria até 2017. Agora não sofremos mais com esse problema”, disse a moradora.

Fotos: Toninho Vieira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *